domingo, 26 de agosto de 2007

domingo de sol na bahia

Da janela o Sol anuncia
Domingo de verão na Bahia

O dia está belo
Pega o sombreiro
Apanha a canga
Calça o chinelo

Vou junto com minha laia
A caminho da praia.

O sopro da brisa enrola as ondas
Coroadas com cachos de espumas
Bebo água de côco gelada
Caio no mar p’ra curar a ressaca.

A areia começa a esquentar
Avisando a hora de voltar.

Fecha o sombreiro
Calça a sandália
Sacode a canga
Vamos p’ra casa.

Esvaem-se os pensamentos gris
Começo a semana feliz.

(João, SSA, 26.08.2004)

Um comentário:

Suzy disse...

Esse poema tem um "que" de família. É minha opinião. Simples e bonito.