sexta-feira, 28 de março de 2008

"constaftações"

Tire o véu, amor,
não se afoite
e veja que as estrelas
são aftas que ardem
no céu
da boca da noite.

[j. guedes]


3 comentários:

Belzinha disse...

Lindo de morrer!
Sem mais palavras...
;*

Suzy disse...

Esse poema ficou bem à Mário Quintana, mas sem querer desmerecer a sua originalidade. Bjo.

gil disse...

cara, sem dúvida, esse verso foi feito com "catiguría"!!