segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

ao fundo de si(lêncio)

Quando o mundo se cala
O íntimo particularmente se declara.

[j. guedes]

8 comentários:

Belzinha disse...

Meu querido poeta, por favor, continue semeando versos inteligentes e de grande beleza.

Beijinhos.

Fah disse...

§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§
fala em meus ouvidos
com sotaque de cântico
me arrepia da cabeça aos pés
declara em mim
o teu íntimo
para o meu silêncio
que te faz o meu mundo.
§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§

Deco disse...

Sempre presente, a filosofia do contraditório. Boa sacada, cara! Abs.

binhobrill disse...

e prova pro grito que o sussurro é bem mais palavra.

Juliana disse...

Belo aforismo...
Aliás, nada mais belo do que a tentativa (des)esperada de explicar uma grande idéia em poucos vocábulos.
Até breve

Suzy disse...

Pensamento profundo!
De onde vem tanta inspiração?

Quem foi que disse...

Quanta abobrinha!

teclas pretas disse...

valeu, joão. deixo aqui um abraço procê!

GLAUBER