sexta-feira, 29 de abril de 2011

*

Vultoso véu diluviano
que verte do céu!

Deflui o fôlego aflito
de quem lá fora fica,
enquanto, nas alcovas,
se salvam as almas com salmos
somados ao medo da partida.

[j. guedes]

6 comentários:

Anônimo disse...

Profético.

[phia]

Márcio Silva disse...

Depende de como se vê.

André Luis disse...

Então veja!

Anônimo disse...

A bondade serve de guarda-chuva para qualquer dilúvio.

Tatiana Boaventura.

Julio Seidenthal disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Julio Seidenthal disse...

Lindo... e partem também as almas, antes da morte,enquanto há vida, vai se partindo em despedidas.