segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Mundo real: prevalência da forma.
Mundo racional: prevalência da fórmula.

[João Guedes]

8 comentários:

quem foi que disse...

Isso não saiu de sua cabeça, todo mundo já sabe disso. Você apenas parafraseou o pensamento de Schopenhauer. Enfim, nada de novo debaixo do sol.

joao p. guedes disse...

Com o devido respeito, empenho-me para lhe dizer que, talvez, o senhor não conheça claramente as proposições filosóficas de Arthur Shopenhauer. Aliás, ele lança o pensamento para muito além do que eu defluí nessa versalena, pois ele põe no cento de seu discurso o fenômeno reativo das impressões sensoriais sobre os corpos objetivados, com o fito de alcançar o ponto da verdade que conflua o aspecto do SER e o PARECER SER.

Mas, no final, pude concordar que não trouxe "nada de novo debaixo do Sol" e nem foi essa a minha intenção nesse momento.

Atenciosamente,
João Pinto Guedes

quem foi que disse disse...

C pagou pau pra mim, véi.

11 de setembro pra vc.

lu disse...

dois mundos incitando a superficialidade (in)coerente do mundo emocional..

;*
punhado de estrelas..



[ http://www.umamemoriavolatil.blogspot.com ]

Bia disse...

De modo
simplesmente emocional,
digo que gosto das coisas
que você escreve.
Me lembra quando eu era criança
e lia algo importante e pensava:
_um dia quero escrever assim.

Saudade.

Bia disse...

Tem um presentinho para você
no meu blog.
Beijo.

binhobrill disse...

rsss
A discussão merecia um final à altura. Mas... paciência.

Spag disse...

Vê-se o mundo real...com forma desnecessária de um indivíduo que além de críticar não posta seu nome...pra essa forma tem uma fórmula...ignorar...infelizmente muitos não fazem nada...mas infringem muito o valor chamado respeito.
João escreve muito bem, e tem a humildade que faz parte de um homem com verdadeiro talento.

Parabéns