segunda-feira, 9 de junho de 2008

S E R E I A


Quimera de entoadas enleantes
magnetiza incautos navegantes
mas, foi meu amor que me fez voltar
do escuro abismo onde ia me afundar
com o veludo da voz que me sustava,
paralisado com a beleza que me inebriava...

[j. guedes]




7 comentários:

lu "bela" disse...

saudades,
em vc, três punhados de beijos.

suzy disse...

humm... um amor verdadeiro é sempre infalível. sempre. Vc eh um rapaz muito romântico.

(suspiros)

Mariana ... disse...

Seu blog
esta tao florido... tal lindo... um cheirinho de flor...
cheiro de romantismo inovador colorido,
sereia de mares de amor

Mariana Galvao

fah disse...

...{{mas, queria ter a magia do canto de sereia e poder lhe carregar para um oceano de delícias que lhe apatecem}}....

Jobs Magnólio Kçote disse...

Senhor das irrefutáveis delícias do dizer, dos alentos sentidos nas entranhas mais eretas e no viés de toda alma. Te amo cara!

Deco disse...

algo do tipo odisséia, narrada por homero, quando ulisses, p/ honrar o amor puro que dedicava à penélope, "cega" os ouvidos para vencer a armadilha da "quimera" pela qual tinha que enfrentar.

spag disse...

"Quimera de entoadas enleantes
magnetiza incautos navegantes"

Adoro este poema pela musicalidade>>>